Ode a Ginsberg

Segue abaixo um texto que fiz pra uma disciplina da faculdade; gostei do resultado desse fluxo de consciência e achei que poderia compartilhar aqui (pra quem tiver paciência em ler, é claro! Admito que ficou longo)

____6968702

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Resenha: Submarine, de Joe Dunthorne

Joe Dunthorne é um romancista, poeta e jornalista galês formado, pela Universidade de East Anglia, em Escrita Criativa. Submarine (no original) é seu premiado romance de estreia. Escrito no seu ano final na faculdade, e tendo sido publicado em 2008 – e ganho um filme, em 2010, com uma forte verve para o indie –, Submarino chegou no Brasil em 2011, e narra a história de um adolescente problemático e excêntrico que tenta sobreviver a essa fase da vida e manter o casamento de seus pais intacto.

Cercado por referências variadas – fatos científicos, tecnologia dos anos 90, definições de certos termos – como “flagicioso” e “zugzwang” – à listas de regras e fragmentos de um diário mantido pelo protagonista –, a obra mergulha no universo de Oliver Tate – com seus 15 anos de vida e nativo de uma pequena cidade costeira no País de Gales. Com essa premissa, é de esperar que seja o protagonista/ponto fora da curva. E ele o é.

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Via de mão dupla e outras coisas

Depois dos posts anteriores, acredito que comecei com o pé direito as mudanças nesse meu cantinho –  mesmo o blog adquirindo um tom de quem já tá viajando perdida no espaço. (Nativos de Peixes são assim ❤ )

Ignorando isso, decidi que pretendo transformar esse lugar aqui em uma espécie de lugar seguro. Vai funcionar assim: apesar do conteúdo ser de cunho extremamente pessoal, gostaria que houvesse algum diálogo entre meus leitores e eu. As nuvens não são o limite, pessoal! Don’t be shy – i know i do. A. LOT.

Estabelecendo esse “limite” (o único limite real aqui é o respeito, é claro), fica declarado que meus posts vão continuar seguindo esse “estilo”. Pode não agradar a todos, mas, ei… Vou ser sincera e dizer que não tô aqui pra agradar ninguém – quem chegou e ficou, foi por ter gostado de algo. E sou muito grata por isso, aliás!

Não que eu queira afungentar o público… Só gostaria de pontuar alguns itens:

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Programas de Moda para devorar!

Com essa época de quarentena, nunca foi tão necessário se entreter!

404b3bc9111a5d32d88208a7af28a9c7Eu mesma, por exemplo, acabo dividindo tempo entre os estudos/TCC e as atividades  domésticas, e me peguei com muito tempo disponível em meados de uma e outra – aí decidi preencher com hobbies. Tentei de tudo: desenhar/aquarelar, fazer croquis (desenhos de moda), escrever pro blog/pro Wattpad, usar o pinterest com certa falta de moderação e procurar entender o que faz parte do meu gosto, ler receitas e não fazer…

E acabei caindo no meu segundo tema preferido: a moda.

Sim, sei bem que é uma das indústrias mais poluentes e psicologicamente distorcidas, mas tem seus lados positivos também! Pensando nisso, decidi compartilhar com vocês uma lista de programas e séries relacionados ao tema – vai que faz você aí mudar de ideia.

Além de ser uma das formas mais libertadoras de expressão, é um ótimo exercício de deixar a imaginação fluir e questionar o papel das coisas – seu lugar no mundo, o consumo desenfreado, o papel da natureza e do homem, a utilidade e futilidade… Por aí vai.

Sem mais delongas, eis nossa lista: Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Poetas clássicos para se aprofundar – parte I

Allen ginsberg dan Radcliffe

Depois de um tempo não tendo paciência para livros grandes – o que, vindo de uma pessoa que adorava calhamaços, é bem estranho – decidi focar em textos curtos e rápidos, porém igualmente profundos (ou até mais; depende da intensidade do soco, certo?).

De alguma forma, fui parar no meio dos volumes de poesia!

Me perdi em versos e estrofes; até mesmo em prosas poéticas também. Então descobri que tenho essa inclinação a apreciar poemas mais do que meus outros colegas em Escrita Criativa. E, falando nisso, tive até uma cadeira só pra analisar a lírica; a outra era mais prática, pra escrever poemas do jeito que viessem na nossa mente.

Pensando nisso, decidi montar uma lista de autores clássicos que li ou gostaria de ler. Eles variam de estilo: alguns muito românticos, outros muito diretos (no nível nu e cru). Considerando as diferentes gerações, é normal – porém cada um se tornou clássico por algum motivo em especial.

  • Allen Ginsberg

Resultado de imagem para uivo lpm pocket

Vou começar pelo meu favorito. Allen Ginsberg foi um dos maiores influenciadores da sua época, nos anos 50, na famosa Geração Beat. Com seus versos desconexos e realistas, abordando temas polêmicos como: drogas, sexo (e repressão/depravação sexual), materialismo, a contracultura, o movimento Beat e as religiões orientais.

Seus versos eram mais livres, diferente dos acadêmicos aos quais sentia forte aversão – alguns ele reconhecia o trabalho, é claro. Abertamente contra o governo, adepto ao movimento hippie e homossexual assumido, Ginsberg não fez poesia apenas pela “beleza do trabalho”; ele tinha algo a dizer. Disse tantas coisas que acabou tendo problemas com certas universidades, agências nacionais e até mesmo parou em “hospícios”. (Uma mente caótica, eu diria!)

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Metas cinematográficas das férias!

Com o último semestre sendo tão corrido e cansativo graças à universidade, confesso que não tive tempo pra um dos meus passa-tempos favoritos: ir ao cinema. (Consigo até sentir o cheirinho de pipoca e o frio da sala de cinema!) Então perdi o lançamento dos filmes abaixo… E só agora, meses depois, acabei estabelecendo como uma “meta” cinematográfica pra esse ano!

O primeiro da minha lista é uma adaptação baseada no livro da escritora norte-americana Donna Tartt. Autora também de A História Secreta; O Pintassilgo (que levou o Prêmio Pulitzer de Ficção) retrata a vida do jovem Theodore Decker e de como tudo se entrelaça à obra vista num museu antes de um inesperado atentado.
Essa pintura é simplesmente minha paixão! (Espero que não pelos motivos errados)

Theodore Decker tinha 13 anos quando sua mãe foi morta em um atentado ao Museu Metropolitano de Arte. Essa tragédia muda o rumo de sua vida, levando-o a uma emocionante odisseia de sofrimento e culpa, reinvenção e redenção, e até mesmo amor. Em meio a isso tudo, Theo se apega a um pequeno resquício de esperança daquele dia terrível – a pintura de um passarinho acorrentado ao seu poleiro.

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Consciência Ambiental – parte II

Resultado de imagem para a toca weasley gif

Bem, sei que o post anterior foi mais “Roxanne despejando sua raiva na burrice de certos governantes e a falta de ação da população”, basicamente, mas nesse vou ir direto pra parte prática da coisa toda! Prometo.

(Ok, talvez eu não tenha sido tão implícita)

Digamos que o que pode ser feito vai além dessa lista, mas podemos sempre pensar nela e em como colocar em prática, além de planejar os próximos passos.

Sempre passos de bebê. O primeiro deles é a mudança de hábitos!

  • Sei que uma parte enorme da população brasileira se alimenta muito mal, e não gostaria de abrir mão de sua cota semanal de carne, por exemplo – mas seria bom, tanto pra si quanto pro meio ambiente, praticar uma segunda sem carne

(Fui vegetariana do final dos 17 até o início dos 21 anos e em parte foi algo muito bom, apesar da minha saúde estar sempre uma bagunça – o que, vale dizer, não é uma regra! Conheço vegetarianos que estão ótimos, viu?! É só uma questão de ver como e o que funciona pra cada organismo, mesmo.)

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

O rosto por trás da máscara!

Oi, pessoal que ainda acompanha algo por aqui!

Gostaria de fazer um post no maior estilo “resolução e metas para o próximo ano” e também pra exaltar as coisas boas que andam acontecendo – exceto o TCC, que é bem estressante e trabalhoso. Esperamos compensar no final. 

Abaixo, vemos o rosto da menina por trás da máscara (ignorando a maquiagem, é claro) e responsável por acreditar nas coisas que escreve nesse blog. Como esse rosto não vai ficar assim infinitamente, decidi manter esse registro aqui – e o da minha morenice. Não sei qual o próximo passo capilar, porém essa sou eu no momento.

E tenho tentado gostar de quem eu sou, sabe?

IMG_0524

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Consciência ambiental – parte I

 

Ei, digamos que eu seja esse lindo e desesperado Hobbit aí de cima! Exceto que, ao contrário do Bilbo, eu não correria necessariamente pra uma aventura… Não do tipo que o Gandalf propõe, pelo menos. Correria pra fazer dos outros lugares uma espécie de Condado universal, isso sim! Já pensou? Verde por todo o lado: hortas e plantações variando de temperinhos e vegetais à flores multicoloridas, com uma variedade grande de animais pelo caminho.

Mas não estamos no Condado; o mundo não é uma grande versão de O Senhor dos Anéis (infelizmente).

Então enquanto mergulho nas minhas aulas de Escrita Criativa, ouvindo sobre os tipos diferentes de fantasia que existem dentro da literatura e sobre a inter-relação entre as artes… O mundo acende o sinal vermelho sobre a Amazônia e as queimadas – e de repente todo mundo passa a se importar com um assunto tão frequentemente esquecido, certo?

Aí você pensa: “Quanta hipocrisia! A Amazônia queima todo o ano e ninguém se importa…” e todo o tipo de diálogo interno/externo acusador. E nessa hora não importa se é contra ou a favor do governo em relação às atitudes tomadas pra conter esse caos. Mas… e onde fica a parte prática da coisa, a que pessoas comuns podem fazer?

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário

Efeito Fênix!

Você aí deve estar pensando: “De onde surgiu essa menina, depois de todo esse tempo?”. E te respondo: “Não faço ideia!”.  (E já aproveito para pedir desculpas pelo eterno sumiço!)

tumblr_n3keijbibv1raq635o1_500

Veja bem: depois de entrar na faculdade, como já citado em algum post anterior, minha insatisfação me consumiu um pouco (eufemismo, né). Talvez isso tenha me afastado ainda mais do blog e do que seria o seu “objetivo”-  falar sobre literatura e artes, e o que mais pudesse compartilhar de experiências sensoriais.

Troquei de curso, então. (E o que deveria ser uma experiência de dois anos e meio, vai me custar QUATRO. Mas cada um precisa agir no tempo que se faz necessário, certo?)

Satisfação garantida e vida resolvida?

Not yet!

Continuar lendo

Publicado em Novidade | Deixe um comentário